sábado, 1 de agosto de 2015

Amazônia: agir com sabedoria é agir a favor da terra, artigo de Egydio Schwade

O “cidadão” se transforma em um “urbanagem”, em “urbanoide”. Viciado por milhares de leis escritas acaba estruturando sobre elas toda a sua “sabedoria” e ”ciência”. A ciência congênita, ou consciência, fica em segundo plano ou até totalmente esquecida, tornando o cidadão um “paraplégico” entregue aos “cuidados” de um Estado cego, sempre descontrolado pelas forças ou interesses que o comandam. Assim em meio a toda esta crematística, como Aristóteles denomina este tipo de “economia” que vem sendo praticada pelos Estados, é salutar pensar na transformação do sistema político e social vigente e não apenas em paliativos.
"Amazônia: agir com sabedoria é agir a favor da terra, artigo de Egydio Schwade," in Portal EcoDebate31/07/2015, Continuar lendo

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Plástico reciclado pode substituir asfalto nas ruas da Holanda

Conceito foi bem aceito e deve ser testado para que se verifique a viabilidade


Benefícios como maior durabilidade, eficiência e menos tempo de manutenção - e consequentemente menos obras e engarrafamentos - têm feito com que a Holanda estude, atualmente, substituir o asfalto de suas ruas e avenidas por plástico reciclado.
Batizado de PlasticRoad, o modelo desenvolvido por uma subdivisão da empresa holandesa VolkerWessels, utiliza apenas material reciclado como matéria-prima para a produção das seções da estrada, que podem ser pré-fabricadas.
A empresa garante que o material aguenta temperaturas mais elevadas, resistindo a um calor de até 80°C.
Entre as vantagens prometidas estão menor periodicidade de manutenção e uma durabilidade maior, o que significa menos obras e, consequentemente, menos engarrafamentos. A construção também seria mais rápida, reduzindo de meses para semanas o tempo necessário.

Outro benefício indicado é que a estrutura oca das seções gera um espaço que pode ser usado para a passagem de cabos de energia ou encanamento de esgoto, por exemplo.
Embora seja ainda um conceito, a VolkerWessels espera concluir a primeira via pública totalmente pavimentada com plástico reciclado em um prazo de três anos, informou o jornal The Guardian.
Agora é preciso produzir e testar o projeto. Por isso a empresa responsável pela ideia está à procura de parceiros. A cidade de Roterdã já se mostrou interessada e disponibilizou uma espécie de laboratório para que a PlasticRoad seja testada.
Fonte: EcoD
Fonte: eCycle